Logo da Klivo

10/09/2021

Qual o exercício ideal para a perda de peso?

Quem nunca pensou em fazer exercício só para perder peso? Entenda qual é a maneira mais assertiva de alcançar seu objetivo!

Perda de peso

Atividade física

Emagrecimento

Qual o exercício ideal para a perda de peso?

O que será abordado neste artigo?

O que é exercício físico?

Qual é o melhor exercício para a perda de peso?

A importância da orientação profissional

Quem nunca pensou em fazer exercício para perder peso? Mesmo sabendo dos inúmeros benefícios comprovados da prática de atividade física, além da indicação médica, normalmente recorremos a ela com um objetivo inicial em mente: emagrecer. 

Perante essa meta traçada, começamos a nos questionar sobre: qual é o melhor exercício para alcançarmos o que almejamos? Será que preciso realizar exames antes de iniciar as atividades? Além das outras dúvidas que passam na nossa cabeça. Pensando nisso, preparamos este artigo para juntos entendermos o que é mais efetivo para essa rotina de treinos! Vamos lá?

O que é exercício físico?

Antes de entrarmos na pauta é importante entendermos o que é considerado exercício físico, certo? Bom, nada mais é do que toda atividade planejada, estruturada e repetitiva que tem como objetivo a melhora e a manutenção de um ou mais componentes da aptidão física.

Qual é o melhor exercício para a perda de peso?

Essa é a pergunta que não quer calar, não é mesmo?! Porém, não existe fórmula mágica ou resposta 100% certa, pois a chave do sucesso está na intensidade do exercício e não no tipo de atividade praticada. 

Então, para avaliar a intensidade, é preciso ficar de olho na frequência cardíaca (FC). A literatura orienta mantê-la próximo a 65% ou 80% da sua capacidade máxima, que depende do seu condicionamento físico atual. Em resumo, fazer qualquer tipo de exercício abaixo destes valores de frequência cardíaca podem não trazer bons resultados de emagrecimento, mas, sem dúvidas, trarão outros benefícios para a saúde, como a melhora da capacidade cardiorrespiratória.

O exercício aeróbio (caminhada, corrida, etc)  é muito conhecido por ser o mais eficaz para o emagrecimento, pois utilizamos predominantemente gordura como fonte de energia para atividade. Além disso, quando comparamos 1 hora de exercício aeróbio com 1 hora de musculação, teremos um gasto calórico  maior durante o exercício aeróbio. 

Entretanto, é importante dizer que nas atividades aeróbicas só gastamos energia enquanto desempenhamos a atividade e que não temos estímulo para o aumento da massa magra. Já com o exercício resistido (musculação), teremos a médio e longo prazo benefícios maiores, como o aumento da taxa metabólica basal - que é a quantidade de energia necessária para manter o funcionamento do nosso corpo, gerado pelo aumento e pela preservação da massa magra. 

A musculação é uma das principais atividades para quem quer emagrecer, pois, sua prática regular, favorece a hipertrofia muscular, que é o aumento do tamanho do músculo, aumentando assim, a capacidade de queimar calorias mesmo durante o repouso. No entanto, para isso acontecer, é importante que os treinos sejam regulares e que a gente siga uma alimentação equilibrada e saudável.

Estudos recentes mostram que o exercício intervalado de alta intensidade (HIIT = High Intensity Interval Training) tem apresentado excelentes resultados, como a melhora do condicionamento físico e maior perda de gordura corporal em relação ao modo convencional

Esse método corresponde a um conjunto de exercícios que devem ser realizados em alta intensidade, alternando com períodos de recuperação durante a prática com o intuito de acelerar o metabolismo. Por exemplo, 5 séries: 1 minuto de exercício em intensidade forte por 1 minuto intensidade moderada/fraca.

A importância da orientação profissional

As pesquisas apontam que os melhores resultados para a perda de peso são obtidos com a combinação de exercícios físicos aeróbios e resistidos. No entanto, o ideal é que você converse com um profissional da saúde e educador físico antes de iniciar qualquer prática, pois assim você será avaliado tanto clinicamente, quanto fisicamente, para ter orientação sobre o que é melhor para você e sua saúde.

Ah, é importante lembrar que, cada caso é um caso! Além disso, as informações que trouxemos são baseadas em estudos sobre o assunto, por isso, é sempre importante conversar com os profissionais que te acompanham para que esse trabalho seja feito em conjunto. Dessa forma, você alcançará melhores resultados com mais segurança. 

Você leu o nosso texto e agora quer ter um acompanhamento especial da sua saúde? Conheça a Klivo e tenha com quem contar!